terça-feira, 17 de julho de 2012

Policiais civis de Pernambuco entram em greve a partir de 23 de julho de 2012

A categoria reinvindica melhorias de condição de trabalho, pagamento de adicional noturno, vale refeição e reajuste salarial

Mais uma categoria profissional declara estado de greve no Estado: os policiais civis fizeram o anúncio na tarde desta terça-feira (17), em assembleia realizada na sede do Sinpol, que fica no bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife. Cerca de 500 policiais civis que compareceram ao local se manifestaram a favor da paralisação. A partir da 0h da segunda-feira (23), os policiais entram em greve por tempo indeterminado.

A categoria reivindica melhorias de condição de trabalho, pagamento de adicional noturno, vale refeição e reajuste salarial, entre outras melhorias. Cerca de 6 mil policiais atuam no Estado.

Durante a greve só funcionarão serviços de natureza "essencial", como registro de flagrante com a presença de delegado. Atividades serão suspensas como ouvida de testemunhas e registro de boletim de ocorrência.

No dia 30 de maio deste ano, a categoria já havia decretado uma paralisação de 24 horas. Depois de passeata pelas ruas do Recife, os policiais entregaram ao Governo estadual uma pauta de revindicações, com um dossiê no qual constam irregularidades identificadas em 120 delegacias do Estado.


Fonte: NE10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que fazemos em vida ecoa na eternidade!!!