quarta-feira, 30 de maio de 2012

Policiais civis prometem parar todas as delegacias de PE por 24 horas

Mobilização está prevista para acontecer nesta quarta-feira, dia 30.
Chefia da Polícia Civil afirma que tudo vai funcionar normalmente.

Continuando a campanha salarial deste ano, os policiais civis de Pernambuco prometem paralisar todas as delegacias do estado por 24 horas, a partir da meia-noite desta quarta-feira (30), até a meia-noite de quinta (31). Neste mesmo dia, a categoria pretente realizar uma passeata até o Palácio do Campo das Princesas. A concentração ocorre a partir das 14h, na sede do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol/PE), no bairro de Santo Amaro.

Segundo Cláudio Marinho, presidente do Sinpol/PE, os serviços essenciais e emergenciais serão mantidos, como flagrante, local de crime, liberação de corpos e condução de preso. Ficam suspensos serviços como BO, ouvidas, deligências e emiisão de cédulas de identidade.

O presidente disse que a pauta de reivindicação foi entregue ao governo desde o dia 14 de fevereiro e somente agora houve resposta sindicato. "Mandaram um ofício informando a impossibilidade de atendimento às postulações que ensejem despesas com pessoal, ou seja, negam-se a discutir o reajuste salarial com os policiais civis", falou. Marinho ainda reclamou que o governo estadual deixou em aberto a negociação das pendências administrativas, como o excesso de carga horária.

Sobre as denúncias de abandono das delegacias, que o G1 divulgou com exclusividade, em abril passado, o presidente disse que o governo estadual não sentou para discutir o assunto com a categoria. "Isso é tratar a categoria com descaso. Não discutiram sobre reajuste, nem sobre o excesso de trabalho, fora as pressões que nós estamos sofrendo com as metas do Pacto pela Vida", comentou.

Hoje, há 5,6 mil policiais civis em Pernambuco. A principal reivindicação do Sinpol/PE é a correção da distorção entre o salário do comissário de polícia em final de carreira e o do delegado em início de carreira, que é de 84%.

Em nota oficial, a chefia da Polícia Civil informou que "todas as atividades da corporação funcionarão normalmente nesta quarta-feira (30). Se algum servidor policial não comparecer ao seu local de trabalho no horário de expediente, terá a sua falta registrada pela unidade de recursos humanos da instituição, para que as providências cabíveis sejam adotadas".

Fonte: G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que fazemos em vida ecoa na eternidade!!!