sexta-feira, 25 de maio de 2012

Ana Maria Braga: “Tenho tesão, a vida sexual na maturidade é melhor”

Apresentadora do “Mais Você” fala dos benefícios de envelhecer. “O câncer foi a quebra de paradigmas na minha vida”

Ana Maria Braga: "Eu vivo a minha vida com os mesmos pensamentos que eu tinha com 25 anos"

Ana Maria Braga: “Eu não me sinto com cara de avó"

Aos 63 anos de idade, Ana Maria Braga mostra que lida muito bem com a passagem do tempo. “Eu não penso em idade. Vivo a minha vida com os mesmos pensamentos que tinha com 25 anos e o meu físico, o meu corpo, graças a Deus, responde igual”, disse ela na manhã desta sexta-feira, (25), na inauguração do espaço Febreze, no Shopping Center Norte, em São Paulo.

A apresentadora do “Mais Você” ainda completou que idade e cabeça são grandes companheiros, se andarem na mesma sintonia. “Meus pensamentos e o meu corpo respondem da mesma maneira a todos os hormônios, eu tenho as mesmas sensações e emoções e vou continuar a tê-los enquanto Deus permitir. Então eu tenho tesão, vontade de fazer ginástica, trabalhar, e muitos sonhos”, falou. Ana também estende os benefícios à vida sexual na maturidade. “É muito melhor. Você aprendeu muito, já sabe como é que você se trata e como trata o outro. É absolutamente encantador", disse.

Diferente de algumas mulheres, Ana não se assusta mais com o fato de envelhecer. “A vida é assim, você vem com um tempo de validade. Quando jovem, você não pensa muito na coisa do final, porque sabe que as suas possibilidades de agora são grandes. Com o tempo, automaticamente você sabe, em algum momento, que já viveu mais de cinquenta por cento da sua vida. E isso é uma coisa que você não comemora. Mas se você tem consciência disso, você temoutro jeito de olhar. Eu curto o melhor que posso. Então você fica menos ranzinza com você mesma, começa a ser mais generosa com você mesma pra se permitir a dizer não, a viver melhor, a curtir cada momento com mais intensidade”, falou. “Eu aprendi isso logo depois do câncer (em 2001). Acho que essa foi a grande quebra de paradigma na minha vida. Foi quando eu percebi que já estava no cinquenta por cento da minha vida e que podia ir embora a qualquer momento. A partir daí a idade só vai te acrescentando”, completou.

Avó de Joana, de um ano - filha de sua filha, Mariana Maffei -, e Bento, prestes a completar um mês - filho de seu filho, Pedro José Maffei, a apresentadora do “Mais Você” não se vê como as avós de antigamente e dá crédito aos benefícios da tecnologia. “Eu não me sinto com cara de avó e nem acho que as avós de hoje se identifiquem naquele exemplo de antigamente. Eu acho que daqui uns vinte anos, quando falarem que alguém virou avó, vai ser um prazer e um orgulho, porque hoje tem avós lindas, avós tirando fotos pra revistas masculinas. O padrão é outro, o mundo evoluiu e a tecnologia esta aí pra nos ajudar a viver mais e a se tratar melhor”, falou. “Mas a primeira vez que eu ouvi "avó", eu falei, nossa que susto!”, entregou ela.

Fonte: IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que fazemos em vida ecoa na eternidade!!!