quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Menina recebe costelas de titânio no lugar das naturais para curar doença

Menina recebe costelas de titânio no lugar das naturais para curar doença
Caixa torácica de Jessie Plumpton não cresceu e sufocaria seus pulmões.
Inglesa terá que fazer novas cirurgias durante a fase de crescimento.


Uma inglesa de apenas dois anos recebeu costelas de titânio no lugar de seus ossos naturais devido a uma doença rara. Jessie Plumpton tem a síndrome de Jeune, uma forma de nanismo que faz com que sua caixa torácica não cresça. As informações são do jornal “News Pano”.

Sem a operação, a menina morreria, porque as costelas pequenas comprimem o pulmão, e isso a sufocaria. Jessie já passou por duas cirurgias, cada uma com sete horas de duração. Outras operações virão, pois sua caixa torácica terá de aumentar na medida em que ela cresce.

Jessie Plumpton passou por uma cirurgia para pôr costela de titânio no lugar das originais 

“Ela foi ao inferno e voltou, e conseguiu passar por isso”, disse a mãe Jane ao jornal. “É uma pequena lutadora. Ter Jessie é um sonho que se tornou realidade. Os medicos estão surpresos por ela ter aguentado tudo isso, mas eu sempre acreditei. Ela é um milagre”.

A mãe agora espera que a menina tenha alta até a Páscoa, para que possa trazê-la para casa. Hoje, ela tem que viajar três horas por dia da pequena Runcorn até Liverpool, onde a filha está internada.

“As enfermeiras dizem que Jessie vira um bebê diferente assim que eu atravesso a porta. Seus olhos brilham”, completou a mãe.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que fazemos em vida ecoa na eternidade!!!