terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Foto do Jovem que Matou Três Adolescentes e Feriu Dois nos Estados Unidos

Morre terceiro adolescente atingido em tiroteio em escola de Ohio
Estudante entrou atirando em refeitório, matou três e feriu dois em Chardon.
Família do suspeito afirmou ter dificuldade para entender o que ocorreu.


Uma terceira vítima de disparos em uma escola secundária de Chardon, no estado americano de Ohio, morreu nesta terça-feira (28), segundo autoridades hospitalares.

O MetroHealth Medical Center informou que Demetrius Hewlin, que estava ferido, morreu na manhã desta terça.

"Demetrius era um jovem feliz que amava a vida, sua família e seus amigos", disse a família.

Foto retirada do Facebook mostra T.J. Lane, que segundo policiais e testemunhas é o atirador da Chardon High School 

"Vamos sentir muito sua falta, mas estamos orgulhosos porque poderemos ajudar outros através da doação de órgãos", acrescentou a família, que também pediu respeito à sua privacidade.

Outros dois estudantes atingidos no tiroteio da véspera estão feridos.

.A família do adolescente suspeito de ser autor do crime disse, por intermédio de seu advogado, que estava com dificuldade para entender o que havia acontecido.

O atirador abriu fogo no refeitório de uma escola ginasial perto de Cleveland na segunda-feira, antes de um professor persegui-lo no local.

Ele acabou se entregando e sendo preso. Ele iria se apresentar a um tribunal local ainda nesta terça-feira.

Daniel Daniel Parmertor, de 16 anos, morreu na segunda-feira. Russel King Jr. teve morte cerebral declarada nesta terça, apesar de ainda ter batimento cardíaco, afirmou o administrador do gabinete do Centro Legista do Condado de Cuyahoga, Hugh Shannon.

O tiroteio na Chardon High School foi o pior em uma escola norte-americana em 11 meses e o pior em Ohio desde o fim de 2007, de acordo com o Centro Brady de Prevenção à Violência Armada.

Suspeito
Os colegas descreveram Lane como um "marginalizado" que era vítima de perseguição por parte de outros colegas e disseram que havia publicado advertências no Twitter e mensagens alarmantes no Facebook.


Nate Mueller descreveu como viu um dos seus amigos sangrando em cima da mesa e outro caído no chão sobre uma poça de sangue atingir sua orelha.

"Foi terrível", disse Mueller a ABC News. "Tinha sangue, gente gritando, todo mundo estava correndo em diferentes direções e tentando de sair", contou.

Um professor tentou perseguir o garoto enquanto a cidade, de 5 mil pessoas, foi bloqueada e as vítimas foram levadas ao hospital, algumas de helicóptero.

"Estamos consternados por esta tragédia sem sentido", disse a família Parmertor em um comunicado. "Danny era um menino brilhante que tinha um futuro brilhante pela frente. A família está arrasada com esta perda", acrescentou.

A família Lane divulgou uma declaração através de seu advogado em que oferece "muito sentidas e sinceras condolências" aos Parmertor.

"A família está devastada", disse o advogado Bob Farinacci, em um comunicado lido em uma filial da televisão NBC em Nova York.

Uma vigília com velas está prevista para terça-feira à noite em uma igreja local e uma rede de conselheiros estava disposta a atender por telefone as pessoas afetadas pelo evento traumático.


Escola em que ocorreu o tiroteio nesta segunda-feira (27) em Chardon, no estado americano de Ohio 

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que fazemos em vida ecoa na eternidade!!!