quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Polêmica no Facebook

Facebook diz que vai colocar anúncios nas atualizações de notícias
Anúncios aparecerão na atualização de notícias dos usuários.
Companhia também anunciou Linha do tempo para empresas.

Sheryl Sandberg, responsável pelas operações do Facebook, falou com publicitários e representantes de marcas nesta quarta-feira. 

O Facebook revelou novos modelos de oferecimento de anúncios feitos para ajudar as maiores marcas do mundo a espalhar sua mensagem da maior rede social do mundo. Essas mudanças significam que mensagens e posts de empresas serão integradas às atualizações de notícias que os usuários recebem em sua página inicial do Facebook –a publicidade não ficará mais somente do lado direito da página.

Esse tipo de mensagem chegará a quem decidiu curtir a página de determinada marca. Além disso, se algum amigo do usuário já interagiu com a marca, as mensagens da empresa também poderão aparecer no feed de notícias do usuário.

Durante o evento, a rede social também anunciou que as empresas terão páginas no formato Linha do tempo.

Os executivos do Facebook falaram nesta quarta-feira (29) com cerca de 900 representantes do mercado de publicidade em um museu em Nova York. A ideia era trazer grandes marcas com a promessa de anúncios efetivos e precisos para a base de mais de 800 milhões de usuários do site.

"O Facebook está ganhando bastante dinheiro com anúncios agora, mas eles não estão recebendo o dinheiro das grandes marcas. É ali que está o dinheiro", disse Rebecca Lieb, uma analista do Altimeter Group.

Anúncios do Facebook no canto direito superior (como é hoje) e no meio da atualização de notícias (como a empresa irá fazer). 

A maior rede social do mundo está trabalhando para atrair a atenção e as verbas publicitárias de grandes companhias e agências antes de abrir capital. O Facebook anunciou neste mês o plano de levantar US$ 5 bilhões em uma oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) que deve avaliar a companhia entre US$ 75 bilhões e US$ 100 bilhões.

O site teve receita de US$ 3,7 bilhões no ano passado, e a publicidade respondeu por 85% disso.

As companhias fazem as páginas no Facebook sem pagar nada, mas a ideia é que as que atraírem maior interesse do público se interessem no serviço de publicidade.

Fonte: G1

Exposição fotográfica exalta sensualidade de idosas

Exposição fotográfica exalta sensualidade de idosas no Amazonas
Ensaio foi realizado apenas com mulheres que tem acima de 60 anos.
A exposição, que acontecerá em março, será aberta ao público.

Objetivo da exposição é levantar a auto-estima das idosas sem perder o respeito que a idade exige 

A exposição 'Tamoios e Porangas' será realizada no período de 6 a 8 de março, a partir das 18h no salão central do Centro Estadual de Convivência do Idoso (Ceci), no bairro Aparecida, Zona Sul de Manaus. A exposição mostra, em 27 fotografias, a sensualidade de mulheres com mais de 60 anos, inscritas nas atividades oferecidas pelo Ceci. Algumas das fotos foram feitas nas cachoeiras de Presidente Figueiredo, município a 107 km da capital, e outras em um estúdio improvisado no Ceci.

A exposição é aberta ao público e abre a programação especial do mês das mulheres nos centros de convivência de Manaus e do município de Iranduba, à 64 km da capital. Na língua Tupi, 'Tamoios e Porangas' significa 'velhas e bonitas'.

A exposição, que acontecerá em março, será aberta ao público 

A mostra acontecerá no Ceci e também nos centros da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, Zona Norte, Magdalena Arce Daou, no Santo Antônio, Zona Oeste, e ainda num shopping na Zona Centro-Sul, ao longo do mês de março. Em Iranduba haverá programação especial em comemoração ao Mês das Mulheres.

Em 20 anos de carreira, esta é a primeira vez que o fotógrafo Francisco Evangelista, popularmente conhecido como Chico Batata, faz um trabalho tão inusitado, segundo ele mesmo. "Já fiz fotos de polícia, acidentes, e outras coisas mais comuns nesse meio, mas nunca pensei que poderia fazer uma sessão de fotos como essa. Quando recebi o convite fiquei assustado, porque geralmente sou chamado para fazer sessões com mulheres jovens para comerciais e afins. Trabalhar com idosas foi diferente e gostei muito", disse ao G1.

Chico Batata explicou que as senhoras foram acompanhadas por psicólogos e assistentes sociais antes da sessão de fotos e que o maior objetivo do trabalho é levantar a auto-estima das mulheres sem perder o devido respeito que a idade exige. "É claro que as senhoras ficaram tímidas no começo, isso é normal, mas todas elas tiveram o apoio de profissionais e ainda de seus maridos, o que foi fundamental pra que elas perdessem a timidez. O trabalho é de muito bom gosto", afirmou o fotógrafo.

O filme 'Garotas do Calendário' inspirou as idosas a fazer o ensaio fotográfico 

A ideia
De acordo com a gerente técnica do Centro Lucineide Ribeiro, a ideia de fazer uma exposição exaltando a sensualidade das idosas surgiu após um filme exibido para as mesmas, em uma das atividades do Ceci. O longa inglês 'Calendar Girls', em português 'Garotas do Calendário', da Walt Disney Pictures, mostra a história de um instituto que congrega senhoras em torno de atividades, como fabricação de doces e geléias, jardinagem ou tricô. Para ajudar o hospital da pequena cidade onde a associação fica, o grupo inicia um movimento que dá origem à uma campanha que consiste em fazer um calendário com uma integrante do instituto para cada mês, mostrando os dotes domésticos de cada uma. O grande diferencial do calendário é que as idosas posariam completamente nuas.

Em busca da felicidade
Aos 70 anos, Dona Ivanis Gomes, que tem quatro filhos, disse nunca ter pensado em posar para um ensaio fotográfico. "Quando recebi a proposta fiquei um pouco preocupada, nunca passou pela minha cabeça fazer uma coisa dessas, mas depois que vi o resultado fiquei muito feliz, até digo por aí que agora sou modelo fotográfica", disse ao G1.

Dona Maria Edina, de 63 anos, que já foi inspetora educacional, diz que nunca se sentiu tão feliz na vida. "Passei tanto tempo me dedicando à filhos e marido, e isso me trouxe muita felicidade. Porém, acredito que hoje eu vivo plenamente, nunca me senti tão feliz", afirmou Dona Maria.

Fonte: G1

Homem cai e fica preso em escada rolante

Homem cai e fica preso na escada rolante da rodoviária de Brasília
Testemunhas dizem que escada parou de repente; homem se desequilibrou.
Das 12 escadas do terminal só cinco funcionam; elevadores estão parados.

Um homem ficou preso, na manhã desta quarta-feira (29) na escala rolante da Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília. De acordo com testemunhas, ele caiu quando a escada parou de repente. Com o tranco, ele perdeu o equilíbrio.

A manga da camisa e parte do braço esquerdo do homem ficaram presos entre um dos degraus e o piso por cerca de dez minutos.

O socorro foi feito por policiais, que informaram que o homem tomava remédio controlado e, por isso, pode ter se desequilibrado. De acordo com os agentes da polícia, o homem não quis ser identificado e nem esperar pelo socorro dos bombeiros. Os policiais informaram ainda que, apesar do braço machucado, a aparência geral dele era boa

Os problemas com as escadas rolantes e elevadores da Rodoviária do Plano Piloto são constantes. Das 12 escadas do terminal, cinco estão funcionando. Algumas apresentam problemas como ruídos e falta de acabamento nos corrimões.

De acordo com a Secretaria de Transportes, a recuperação das escadas rolantes só estará pronta em um ano e dois meses. Os seis elevadores do local também não funcionam, e os passageiros mais idosos enfrentam dificuldades para descer os 27 degraus das escadas comuns.

Fonte: G1

Acidente no Parque, Operadores avisaram sobre falha de brinquedo...

Operadores avisaram sobre falha em trava de brinquedo, diz advogado
Adolescente de 14 anos morreu após cair de brinquedo na sexta-feira (24 de fevereiro). 
Funcionários do Hopi Hari teriam alertado supervisor sobre o problema.


Foto mostra Gabriela sentada na última cadeira e não mostra o rosto 

O advogado de dois dos cinco funcionários do parque de diversões Hopi Hari, em Vinhedo, no interior de São Paulo, que operavam o brinquedo La Tour Eiffel no momento do acidente que matou uma adolescente de 14 anos, alega que os operadores detectaram um problema na trava 15 minutos antes do equipamento entrar em operação e que avisaram o supervisor sobre o assunto.

A versão dos operadores é a mesma da família de que a perícia foi feita no assento errado. Tanto o advogado dos funcionários quanto o advogado dos pais de Gabriela Nichimura defendem que a adolescente estava na cadeira da ponta do brinquedo, e não no meio, como defende a Polícia Civil. "O brinquedo não poderia operar, isso era de conhecimento de todos no parque. Aquela cadeira, no mínimo, tinha que ser interditada, lacrada, com um aviso gigantesco", disse Bichir Júnior. Segundo o advogado, o problema estava na trava, e não no cinto. "O cinto é a segunda segurança, quase figurativa", completa.

Operadores de brinquedo do Hopi Hari chegam na delegacia de Vinhedo 

Bichir Ale Bichir Junior acompanhou os dois funcionários em depoimento ao delegado responsável pelo caso, Álvaro Santucci Noventa Júnior, na tarde desta quarta-feira (29). Gabriela Nichimura caiu de uma altura de cerca de 30 metros e morreu antes de chegar ao hospital na manhã de sexta-feira (24). Ela estava acompanhada dos pais, da tia e da prima.

Ao ser questionado sobre o motivo pelo qual os funcionários continuaram operando o equipamento, o advogado dos operadores explicou que eles foram pressionados para não pararem o brinquedo. "Eles não tem autonomia de parar um brinquedo, quem tem não parou, talvez por visar muito lucro", defende Bichir Júnior.

O Hopi Hari informou, por meio da assessoria de imprensa, que não vai se manifestar sobre a versão dos operadores, mas que está colaborando com os órgãos responsáveis para a apuração do caso.

Silmara e Armando Nichimura, pais de Gabriela, chegam na delegacia 

Os pais, uma tia e uma prima da adolescente também estiveram na delegacia na tarde desta quarta-feira, mas não conversaram com a imprensa. O pai de Gabriela, Armando Nichimura, não prestou depoimento porque estava muito abalado, segundo o advogado da família, Ademar Gomes, que também disse que entregou à polícia uma foto feita pouco antes do acidente, que mostra que a adolescente estava na cadeira da esquerda para quem se posiciona em frente do brinquedo.

Falha humana
Na segunda-feira (27), uma equipe de peritos do Instituto de Criminalística (IC) apontou falha humana como provável causa do acidente. O equipamento La Tour Eiffel tem capacidade para transportar 20 pessoas, mas pelo menos oito cadeiras estavam desocupadas no momento da queda da menina, segundo informações da polícia.

Segundo o advogado, a menina estaria, de fato, ocupando uma cadeira que não foi periciada por que estaria “desativada para manutenção”. Gomes também afirma que dois funcionários do parque teriam mentido sobre o posicionamento da menina no brinquedo na hora da queda.

Em entrevista ao Fantástico no domingo (26), a mãe de Gabriela, Silmara Nichimura, disse ter observado que na cadeira da filha não havia uma fivela presa ao cinto de segurança, mas que um funcionário do parque teria garantido que o brinquedo “é seguro”.

Silmara disse: “Nos sentamos os quatro juntos, puxamos a trava. Eu falei para minha filha: Yukari, está travado? E ela falou: mãe, está travado. Só que tem um outro um fecho como se fosse um cinto e eu observei que o dela não tinha. Eu perguntei novamente se estava travado e ela disse que estava. Tinha um funcionário do parque no momento que falou que não tinha problema, que era seguro. Nós subimos, a hora que desceu veio o impacto com tudo e naquele momento eu ouvi minha sobrinha gritando 'Yukari'. A hora que ela gritou eu não sei como, eu tirei o cinto, abri e saí. Fui a primeira pessoa a ver minha filha”.

A atração na qual a garota estava é definida pelo parque como uma réplica da Torre Eiffel, um elevador de 69,5 metros de altura, com assentos que sobem a 5 metros por segundo. Os visitantes ficam parados por dois segundos na altura de um prédio de 23 andares e, em seguida, um tranco no assento e o visitante despenca em queda livre, chegando a 94 km/h.

O delegado de Vinhedo, Álvaro Santucci Noventa Júnior, disse que vai pedir imagens divulgadas por veículos de comunicação, para juntar ao inquérito que apura a morte da garota.

Depoimentos
Na terça-feira, um engenheiro de manutenção do Hopi Hari, que não teve o nome divulgado, foi ouvido pela Polícia Civil de Vinhedo. Segundo o delegado titular de Vinhedo, Álvaro Santucci Noventa Júnior, o engenheiro descartou que houve falha mecânica no brinquedo La Tour Eiffel, onde estava a adolescente.

Durante o depoimento, que durou três horas, detalhou os procedimentos de funcionamento e manutenção do parque. O delegado também informou que cinco funcionários do parque, operadores do brinquedo, estão afastados e recebendo auxílio psicológico, e ainda não há data para prestarem depoimento.

Outros depoimentos
Na tarde de sexta-feira, a Polícia Civil ouviu três pessoas que disseram ter visto a trava do assento do brinquedo onde a garota estava abrir, entre elas a auxiliar de escritório Cátia Damasceno, que contou que o dispositivo de segurança da atração abriu na descida. "No primeiro 'tranco' da descida eu vi a trava do assento dela abrir. Só a trava dela abriu', conta a testemunha. "Depois disso, o corpo dela foi lançado para o chão", completou Cátia. Noventa Junior informou que o prazo de 30 dias para concluir as investigações deve ser estendido.

Fonte: G1

Tornados deixam rastro de destruição no meio oeste dos EUA

Série de tornados deixa rastro de destruição no meio oeste dos EUA
Ao menos nove morreram; seis Estados americanos estão sob ameaça de fortes tempestades e alertas de tornado


Uma série de tornados deixou rastro de destruição e mortes no meio oeste dos Estados Unidos, no início desta quarta-feira, devastando cidades pequenas em Illinois e Kansas. Ao menos nove pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

Até seis Estados no meio oeste e sul dos EUA ainda estão sob a ameaça de fortes tempestades e alertas de tornado. 

Ao menos seis pessoas foram mortes na cidade de Harrisburg, sul de Illinois, depois de um tornado atingir a comunidade de pouco mais de 9 mil pessoas. No Missouri, uma pessoa morreu em um estacionamento de trailers na cidade de Bufallo. Duas outra fatalidades ocorreram na região.

Equipes de emergência retiram escombros de Harrisburg, no Estado de Illinois

No leste do Kansas, fortes chuvas e ventos deixaram a pequena cidade de Harveyville em destroços. Ao menos três pessoas ficaram gravemente feridas.

Em áreas do Tennessee, Kentucky e Kansas, houve fortes chuvas e ventos na manhã desta quarta-feira.

Em Harrisburg, o prefeito classificou os efeitos na cidade de "absolutamente devastadores", com 100 pessoas feridas na zona urbana, cerca de 300 casas destruídas e cerca de 25 estabelecimentos comerciais danificados.

Energia
Tanto em Harrisburg como no restante do sul do Estado de Illinois, diversas linhas de energia foram afetadas, houve vazamentos de gás, várias ruas estão bloqueadas e as escolas estão fechadas. A companhia energética Ameren Illinois informou que cerca de 12,3 mil clientes se encontram sem fornecimento de eletricidade.

No condado de Gallatin, perto de Harrisburg, a polícia informou que uma igreja na cidade de Ridgway foi destruída.

Os serviços de emergência realizam buscas nas cidades afetadas para verificar se há cidadãos soterrados nas casas.

Entre a noite de terça-feira e a manhã de quarta-feira, foram registrados ao menos 16 tornados de Nebraska ao Kansas, pelo sul do Missouri a Illinois e Kentucky, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia.

Fonte: IG

Suspeitos assaltam lotérica com marreta

Suspeitos assaltam lotérica com marreta



Um homem encapuzado entrou em uma lotérica, na zona leste de São Paulo, passou pelos clientes e foi direto para a porta de acesso ao cofre. Com uma marreta, ela deu diversos golpes no vidro blindado.

Um comparsa chega para ajudar e depois de 16 marretadas eles conseguem arrancar o vidro blindado e entram no espaço restriro a funcionários.

Pela camêra interna é possível ver as funcionárias da lotérica fugindo para uma sala de porta de ferro. Assustadas, elas ficaram trancadas lá durante o assalto.

Os homens entram e pegam todo o dinheiro dos caixas, e levam mais de 20 mil reais da lotérica. Em apenas um ano essa mesma lotérica ja foi assaltada mais de 12 vezes.

O assalto aconteceu há quinze dias, mas as imagens só foram divulgadas hoje (29/02) pela polícia.

Fonte: IG

Fina Estampa: Plano de Teresa Cristina dá Errado e ela fica Presa

Plano de Tereza Cristina dá errado e ela fica presa com ratos
Griselda tranca Ferdinand e a rival na sauna e segurança se desespera



Tereza Cristina acaba abrindo o baú e ratos fogem

Tereza Cristina (Christiane Torloni) está prestes a colocar mais um plano em ação: infestar o casamento de Amália com ratos. Enquanto se preparam para entrar em ação, Ferdinand (Carlos Machado) faz uma confissão: “Eu tenho verdadeiro pavor de ratos!”, dispara. A socialite cai na gargalhada, mas a graça dura pouco.

Griselda tranca a porta pelo lado de fora

“Ri sua megera, pode rir, para chorar bastante depois!”, diz Griselda (Lilia Cabral), enquanto tranca os dois dentro da sauna, retira a chave e a leva consigo. Sem perceber que a matriarca dos Pereiras esteve ali, a rival manda o segurança entregar logo o presente. Ferdinand não consegue abrir a porta e Tereza Cristina conclui: “Alguém fechou a porta por fora e foi alguém que descobriu o nosso plano”. Não demora muito para perceberem que foi Griselda.

A socialite fica furiosa e quer descobrir quem contou seu plano para a rival. Para desespero de Ferdinand, os ratos começam a ficar agitados dentro do baú, Tereza Cristina mexe no trinco e centenas deles começam a pular no segurança. Ele fica tão apavorado que derruba a porta e sai correndo.

Fonte: G1

Felipe Melo faz homenagem à esposa em nova tatuagem

Felipe Melo faz homenagem à esposa em nova tatuagem


Felipe Melo exibiu no Twitter sua nova tatuagem. O jogador do Galatasaray fez um desenho nas costas. A homenagem? Para a esposa Roberta. Além do nome da mulher, o atleta colocou a palavra ‘forever’.

Em contato com o Donas do Campinho, Roberta contou como começou a história da nova tattoo. Segundo ela, é uma prova do amor dos dois. Aliás, o casal fez a mesma tatuagem.

“Nós decidimos fazer a mesma tattoo para termos a marca do nosso amor eterno!”, disse Roberta.



Fonte: G1

Luciana Gimenez pratica yoga, mostra músculos e faz dedo feio

Luciana Gimenez pratica yoga, mostra músculos e faz dedo feio: ‘Meio revoltada, então aí vai!’

Adepta da yoga, Luciana Gimenez compartilhou no Twitter, nesta quarta-feira, imagens praticando a atividade dentro do seu quarto, em São Paulo. Nelas, a apresentadora aparece com roupa de malhação e mostra toda a sua elasticidade. O que chama atenção são os músculos da mulher de Marcelo de Carvalho, adquirido com os exercícios. Repare.

Em outras posições, a apresentadora mostra o bumbum e aparece fazendo sinal feio com o dedo médio durante o exercício. "Meio revoltada, então aí vai!!', escreveu ela.








Fonte: G1

BBB 12: Renata foi a melhor coisa que me aconteceu, diz Rafa

Rafa sobre Renata: 'foi a melhor coisa que me aconteceu no BBB'
Carioca ainda decreta o fim ao romance que mantinha fora da casa: 'ficou num lugar do passado'


Com 92% dos votos, o eliminado Rafa deixa a casa do BBB entrando no hall dos recordes do programa. O carioca esteve no Projac nesta quarta e conversou com Dani Monteiro para o A Eliminação, no Multishow. Entre parcerias e inimizades, o polêmico participannte pôde dar a sua análise sobre o jogo, falar da experiência na casa, romance, e elogiar a sister Renata: "foi a melhor coisa que me aconteceu no BBB.".

Rafa entrou na casa como polêmico e não deixou essa imagem desaparecer. Taxado como manipulador por outros participantes, ele nega que tenha sido um líder no quarto "Selva".

- Não fui líder. Lá no "Selva" todos tinham opinião, a diferença é que falo muito. - comenta com bom humor.

Nos seus últimos momentos da casa, o carioca engrenou um romance com Renata, que já beijou outros dois no programa. Apesar de parecer que ele não tinha entrado no BBB para se envolver com alguém, só tem coisas boas a falar sobre a sister.

- Uma vez na selva fizemos uma lista com as pessoas com quem gostaríamos de ficar na casa. A Renata era a primeira da minha. Depois de um tempo, bateu a carência e na festa a bebida entrou e a verdade saiu. A Renata é linda é foi a melhor coisa que me aconteceu no BBB.

Antes de entrar no BBB 12, Rafa mantinha um relacionamento na "vida real". Depois do caso com Renata, a sua - agora - ex não quer mais falar com o Brother. Ele, por sua vez, ao contrário de logo quando saiu da casa, não sofre mais. Sem ao menos mencionar o nome da moça, decreta o fim do namoro, oficialmente.

- Essa pessoa não existe mais na minha vida. Ficou num lugar do passado.

E o assunto romance é longo com o eliminado. De todas as pessoas na casa, quem se aproximou mais rapidamente e ficou ao seu lado até o final foi Monique. Os dois se tratavam como "irmãos" na casa, mas Rafa afirma que, realmente, nunca pensou em nada além disso.

- Não tinha a menor condição de eu ficar com a Monique na casa. Não havia aquela coisa de pele entre a gente. Ela era minha irmã.

Sobre o restante do jogo daqui pra frente, Rafa torce por Monique e Renata, mas sabe que o caminho da segunda é mais complicado, e ainda diz que Fael e Monique são os maiores jogadores. Pra finalizar, ele brinca com a sua ausência no programa.

- Agora acho que, finalmente, eles vão poder brindar pela harmonia na casa. (risos)

Fonte: G1

BBB 12: Após a Saída de Rafa Renata Pergunta: "Quem eu Pegaria Aqui"?

Após saída de Rafa, Renata pergunta: 'Quem eu pegaria aqui?'
Yuri se junta a Renata e Monique na academia. O brother brinca sobre a eliminação de Rafa, na noite da última terça-feira. O carioca teve um rápido romance com a sister Renata e foi eliminado com 92% dos votos, o maior índice de rejeição no BBB12 até agora.

“Vamos eliminar o Rafa para a Renatinha pegar outro”, fala o goiano rindo. A loira então se pergunta: “Quem eu pegaria aqui?”. Yuri responde brincando: “O Fael!”. Ela discorda e fala: “Tá louco?”.

Yuri responde: “De você não duvido nada”. Ela diz: “Credo!”. Monique ouve a conversa e fala sobre quem ela poderia ficar: “O Jonas...”. Yuri diz que ficou surpreso com o relacionamento de Renata com Rafa: “Quando eu ia imaginar que você ia pegar o Rafa!”. Ela fala que os estilos são parecidos e diz: “Você também tem um estilo”. Yuri responde secamente: “Meu estilo é único”. Renata pede ao brother para parar com o assunto: “Para de falar isso. Ficou mal”.

Fonte: G1

Caio Castro curte praia acompanhado de loira

Caio Castro curte praia acompanhado de loira
Ator dividiu a canga com a jovem na Barra da Tijuca


Caio Castro curte praia ao lado de jovem loira nesta quarta-feira (29 de fevereiro)

Caio Castro conseguiu uma folga na agenda de gravações de “Fina Estampa”, na qual vive o estudante Antenor, para colocar o bronzeado em dia na Barra da Tijuca, no Rio. Muito bem acompanhado, o ator dividiu a canga com uma jovem loira nesta quarta-feira (29), e não gostou quando percebeu a presença dos paparazzi.

Caio Castro dividiu a canga com a jovem na hora de colocar o bronzeado em dia


Caio Castro e a jovem conversaram bastante durante todo o tempo na praia


O assunto chegou a ficar animado entre Caio Castro e sua amiga

Fonte: IG

Nova Promessa Brasileira na Fórmula 1

Com 19 anos, Nasr surge como promessa brasileira no automobilismo
Piloto tem trajetória vitoriosa, conta com apoio de Eike Batista e vai disputar temporada 2012 da GP2 pela atual campeã


Felipe Nasr comemora título da F3 inglesa

Felipe Nasr tem apenas 19 anos, mas já carrega grande responsabilidade. Após os títulos da Fórmula BMW Europeia em 2009 e da Fórmula 3 Inglesa no ano passado, Nasr foi confirmado na equipe que é a atual campeã da GP2 para a temporada 2012, a DAMS. A categoria pode ser considerada o último passo na carreira de um piloto antes da Fórmula 1.

Com isso, o garoto tornou-se uma das maiores esperanças do automobilismo brasileiro. Em entrevista exclusiva ao iG, Nasr falou sobre seus planos para os próximos anos de carreira, possíveis contatos com equipes da F1, novos patrocínios, e a expectativa para a temporada na GP2.

Nascido em Brasília em 21 de agosto de 1992, o jovem não pôde ver quando seu ídolo Ayrton Senna conquistou o tricampeonato mundial de Fórmula 1, em 1991. Aquele, aliás, foi o último título de um piloto brasileiro na F1.

Sobre o grande sonho de competir pela principal competição do automobilismo e repetir o sucesso do ídolo, Nasr já mostra pressa para ter o primeiro contato com o carro. “Quem sabe não posso testar um F1 ainda no final deste ano em algum programa de jovens pilotos? É meu objetivo”.

Quem trabalha duro e conhece as pessoas certas para fazer Nasr chegar à Fórmula 1 é seu empresário, Steve Robertson. O inglês também gerencia a carreira do campeão mundial da categoria em 2007, Kimi Raikkonen. Os dois são donos da equipe Double R, equipe na qual Nasr correu na F3 Inglesa, e que tem sede em Woking, mesma cidade da McLaren. “Já tive contatos através de meu empresário com McLaren e Ferrari, pois ele conhece bastante lá dentro, e eles estão de olho em tudo. Mas foram contatos breves, sem acordos e nem planejamento”, disse Nasr.

Além da boa relação com as grandes equipes, o que ajuda na chegada de um piloto à F1 atual são os patrocínios. E esse aporte financeiro não falta a Nasr a partir de 2012. O brasiliense começa a temporada com o apoio de ninguém menos do que Eike Batista, que fechou contrato de patrocínio de sua empresa OGX com o jovem piloto. O Banco do Brasil também já aposta suas fichas na carreira de Nasr.

Apesar de toda ajuda externa, Nasr não quer saber de comprar vaga no grid. “A cada dia vemos mais pilotos pagantes entrando na F1, virou rotina agora... O dinheiro está comprando vagas lá. Estou com patrocinadores, mas quero chegar lá pelo meu talento, não quero comprar vaga nenhuma na Fórmula 1. Quero chegar por mérito meu”, afirmou.

Mérito e talento que Nasr vem provando ano após ano em sua carreira. Os dois títulos conquistados nas três últimas temporadas demonstram que a evolução do brasiliense pode o credenciar como o próximo grande piloto brasileiro na F1. “Um talento excepcional” foi a forma que o bicampeão mundial Emerson Fittipaldi encontrou para descrever o jovem. Raul Boesel, ex-piloto de F1 e Indy, também elogiou o jovem: “tem muito talento e uma família que administra muito bem sua carreira”.

Felipe Nasr guia carro da DAMS em seu primeiro teste na GP2 

Em números, a carreira de Nasr já mostra bons resultados até aqui. Nas 82 corridas em que largou, o piloto chegou ao pódio em 39, quase metade delas. Foram 17 vitórias e 17 poles. Além disso, Nasr foi o único brasileiro presente na lista dos 50 melhores pilotos de 2011 da revista inglesa Autosport, uma das mais conceituadas em automobilismo.

Fórmula 1 em 2013
Sobre a possibilidade de já correr na F1 em 2013, Nasr mostrou que não quer queimar etapas entrando na categoria por equipes pequenas. “Se for pra ir para a F1 em uma equipe pequena, prefiro esperar na GP2, para começar na F1 de uma forma boa, sem correr riscos. Em uma equipe pequena os resultados não vão aparecer”.

Porém, Nasr acredita que há uma maneira de correr na principal categoria do automobilismo já no ano que vem. “Chegar na F1 em uma equipe grande como piloto de testes no ano que vem seria uma boa. Hoje em dia é difícil entrar sem passar por isso, testando o carro nas sextas-feiras, pegando bastante contato com o carro. Se surgir, acho que é uma ótima ideia para mim”.

Adaptação à GP2
Para a temporada de estreia na GP2, Nasr terá o desafio de se adaptar logo ao carro para brigar por resultados. “Vai ser minha primeira vez na equipe, no carro, com o pneu, com o motor, os freios... É tudo muito novo. Do meio pra frente do ano devo melhorar, mas nunca se sabe se já me acostumo rápido”.

Sobre os circuitos da GP2, que neste ano terá 11 das 12 corridas servindo como apoio à Fórmula 1, Nasr afirmou que não terá grandes problemas. “Dos circuitos conheço quase todos. Não conheço Malásia, Bahrein e Mônaco. Em Cingapura devo levar uma vantagem, pois devo ser o único que já correu lá na Fórmula BMW, e será a primeira vez que a GP2 terá prova lá”.

Para concluir, Nasr jogou a responsabilidade neste ano para seu companheiro de equipe, o italiano Davide Valsecchi. “Ele já tem quatro temporadas na GP2, está numa equipe de ponta, a pressão toda está em cima dele. Ele que tem que mostrar, se arriscar, ganhar corridas, campeonato. Mas para mim é uma ótima referência estar ao lado dele, o trabalho que ele fizer eu estarei olhando”, concluiu.

Fonte: IG

Mãe deixa cair 2 filhos do carro. Veja Vídeo

Mãe deixa cair 2 filhos do carro. Veja!



Um vídeo que está chamando a atenção de internautas mostra uma cena impressionante que envolve duas crianças de mais ou menos cinco anos de idade.

Ao passar em alta velocidade por uma rua em uma cidade turca, no dia 22 de fevereiro, uma mãe deixa cair as duas crianças pequenas pela porta do bagageiro do automóvel.

No vídeo, vê-se os meninos rolando pela rua e logo se levantando. Poucos segundos depois, a mãe volta com o carro para pegá-los.

Fonte: IG

A Ferrari Mais Veloz do Mundo

F12berlinetta, a Ferrari mais veloz do mundo
Modelo, que substitui a 599 GTB Fiorano, traz motor V12 que entrega 740 cv e faz de 0 a 100 kh/h em 3,1 segundos


Ferrari F12berlinetta: sucessora da 599 GT Fiorano é a mais potente macchina criada pela marca italiana

É com a frase “a Ferrari mais veloz já construída” que a casa de Maranello apresenta nesta quarta-feira (29) a F12berlinetta, a substituta da 599 GTB Fiorano. Segundo a marca, o novo esportivo "GT" é o primeiro de uma nova geração de carros com motores de 12 cilindros que ela lançará no mercado.

O design, criado pelo Centro de Estilo da Ferrari em conjunto com a Pininfarina, segue a mesma receita adotada nos seus mais recentes modelos, como o California e o FF, misturando esportividade com linhas fluidas que, no conjunto geral, deixam o carro visualmente agradável.

Como é de se esperar em qualquer modelo da marca italiana, o interior demonstra bom gosto, acabamento impecável e a maioria dos comandos voltada para o “piloto”. Curiosidade à parte, o modelo conta com uma solução criativa, um display digital que fica acima do porta-luvas, onde o passageiro pode acompanhar a velocidade, a rotação do motor e a número da marcha engatada.

De acordo com a fabricante, a F12berlinetta teve sua distância entreeixos encurtada em relação a 599 GTB Fiorano, o que contribuiu para fazer desse novo GT um carro com centro de gravidade mais baixo que o seu antecessor, além de deixar a traseira mais curta.

O chassi do carro é totalmente novo e utiliza 12 diferentes tipos de ligas, que aumentaram a rigidez estrutural em 20%. O peso do novo superesportivo da Ferrari é de 1.525 kg – 70 kg a menos que o 599 GTB – com 46% sobre a parte anterior e 54% na parte posterior.

Linhas lembram as da FF e foram criadas em conjunto com o estúdio Pininfarina

Debaixo da carroceria está a grande aposta da Ferrari, o novo motor V12 de 6.262 cm³ que desenvolve exatos 740 cavalos de potência e despeja 70,36 kgfm sobre as rodas, 80% dele já disponível a partir de 2.500 rpm. São 120 cv e 8 quilos a mais de torque que a 599 Fiorano.

Tudo isso para baixar os já impressionantes tempos da sua antecessora. Se você ainda não achou incrível, então acredite, ele faz de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos e de 0 a 200 km/h em 8,5 segundos. Só como referência, a versão esportiva do Fiat Punto, T-Jet, leva esse mesmo tempo para chegar a apenas 100 km/h.

Acoplado a esse motor está uma transmissão de dupla embreagem vinda dos bólidos da Fórmula 1, que segundo a Ferrari tem relações mais estreitas e que foi desenvolvido especificamente para aprimorar o desempenho da F12berlinetta. De acordo com dados técnicos, o consumo misto fica na casa de 6,6 km/l e o modelo libera 350 gramas de carbono na atmosfera a cada quilometro percorrido.

A Ferrari F12berlinetta será uma das grandes estrelas da marca e do Salão de Genebra, que abre as portas no dia 08 de março.

Painel de instrumentos adota soluções trazidas da Fórmula 1

Fonte: IG

Mulher é flagrada com triciclo supercarregado na China

Mulher é flagrada com triciclo supercarregado na China
Cena ocorreu na cidade de Xangai.
Condutora ficava escondida no meio das caixas.

Uma mulher foi flagrada nesta quarta-feira (29 de fevereiro) com um triciclo supercarregado com caixas de isopor em uma rua de Xangai, na China. Por conta da quantidade de embalagens, a condutora ficava praticamente escondida no meio, sem visão lateral.


Mulher foi flagrada com um triciclo supercarregado com caixas de isopor.

Fonte: G1

Tremor em Escola em Minas Gerais

Aulas são suspensas após tremor em salas de escola em MG
Professores e alunos disseram que carteiras começaram a tremer.
Defesa Civil passou à tarde dentro do colégio.


A direção da Escola Municipal Santos Dumont, em Juiz de Fora, na Região da Zona da Mata de Minas Gerais, suspendeu as aulas nesta terça-feira (28 de fevereiro) após um tremor. O abalo aconteceu em duas salas de aula.

De acordo com alunos e professores, as carteiras começaram a tremer. Duas salas, do quinto e do nono ano do ensino fundamental, foram isoladas. Após o tremor, ficaram rachaduras nas paredes e no chão.

A Defesa Civil passou toda à tarde dentro da escola. O laudo preliminar diz que a chuva pode ter causado problemas no terreno em que o colégio está localizado. O chefe da Defesa Civil deve ir ao local, nesta quarta-feira (29), para finalizar o relatório sobre a estrutura da escola. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, o retorno das aulas depende dessa avaliação.

Fonte: G1

Menina recebe costelas de titânio no lugar das naturais para curar doença

Menina recebe costelas de titânio no lugar das naturais para curar doença
Caixa torácica de Jessie Plumpton não cresceu e sufocaria seus pulmões.
Inglesa terá que fazer novas cirurgias durante a fase de crescimento.


Uma inglesa de apenas dois anos recebeu costelas de titânio no lugar de seus ossos naturais devido a uma doença rara. Jessie Plumpton tem a síndrome de Jeune, uma forma de nanismo que faz com que sua caixa torácica não cresça. As informações são do jornal “News Pano”.

Sem a operação, a menina morreria, porque as costelas pequenas comprimem o pulmão, e isso a sufocaria. Jessie já passou por duas cirurgias, cada uma com sete horas de duração. Outras operações virão, pois sua caixa torácica terá de aumentar na medida em que ela cresce.

Jessie Plumpton passou por uma cirurgia para pôr costela de titânio no lugar das originais 

“Ela foi ao inferno e voltou, e conseguiu passar por isso”, disse a mãe Jane ao jornal. “É uma pequena lutadora. Ter Jessie é um sonho que se tornou realidade. Os medicos estão surpresos por ela ter aguentado tudo isso, mas eu sempre acreditei. Ela é um milagre”.

A mãe agora espera que a menina tenha alta até a Páscoa, para que possa trazê-la para casa. Hoje, ela tem que viajar três horas por dia da pequena Runcorn até Liverpool, onde a filha está internada.

“As enfermeiras dizem que Jessie vira um bebê diferente assim que eu atravesso a porta. Seus olhos brilham”, completou a mãe.

Fonte: G1

Brasil reduz tropas no Haiti e muda foco de missão

Brasil reduz tropas no Haiti e muda foco de missão


Soldados brasileiro patrulham ruas do Haiti

A bordo de um veículo fortificado, um militar brasileiro percorre lentamente uma rua de Croix-des-Bouquets, bairro na periferia da capital haitiana, Porto Príncipe. Ao chegar ao fim da via, engata a marcha a ré e regressa com igual cuidado ao ponto de onde partiu, até erguer o polegar para um colega, sinalizando o cumprimento da missão.

A despeito de qualquer semelhança, a cena não retrata uma patrulha da Minustah (Missão da ONU para a Estabilização no Haiti, cujo braço militar é chefiado pelo Brasil) em alguma região perigosa de Porto Príncipe, mas sim o asfaltamento das ruas que darão acesso ao primeiro hospital permanente de Croix-des-Bouquets, uma das várias obras em curso tocadas pela missão.

À medida que a remoção dos escombros do terremoto de 2010 deixa para trás a fase emergencial e que os níveis de violência se estabilizam no Haiti, a Minustah - estabelecida em 2004 - começa a reduzir seu contingente e a mudar o foco da missão.

Nos próximos meses, conforme determinação do Conselho de Segurança da ONU, a Minustah concluirá a repatriação de 2.750 (20%) de seus 13.331 integrantes, fazendo com que a força volte a patamar próximo do que tinha antes do terremoto de 2010.

O contingente do Brasil, o maior entre os 56 países que integram a missão, perderá 288 de seus 2.189 membros até abril. Nos contingentes de outras nacionalidades, a redução já foi praticamente concluída, segundo a missão.

As mudanças ocorrem após uma série de denúncias contra a Minustah, como a de que a recente epidemia de cólera que matou cerca de 7 mil haitianos e contaminou pelo menos 400 mil começou num acampamento de militares nepaleses. A acusação ganhou força em maio de 2011, quando um relatório patrocinado pela ONU apontou o acampamento nepalês como a provável origem do surto.

A cidade inteira de Porto Príncipe está tomada por acampamentos de desabrigados. Mais de 1 milhão de haitianos ainda vivem em barracas 

Outro acontecimento que gerou críticas à missão foi a divulgação, em setembro, de um vídeo em que cinco soldados uruguaios abusavam de um jovem haitiano. Os militares foram repatriados e estão presos.

Novos procedimentos
Comandante da vertente militar da Minustah, o general brasileiro Luiz Eduardo Ramos diz à BBC Brasil que a realização pacífica da última eleição presidencial haitiana, no ano passado, mostrou que o Haiti estava mais estável e que a missão poderia alterar alguns procedimentos.

"Naquela época, as tropas estavam usando blindados, coletes, capacetes, armamento muito forte - uma postura que não se justificava mais", afirma Ramos, para quem o Haiti hoje, em termos de segurança, "está em boas condições para um país da América Central".

Em agosto, o general determinou que os blindados só fossem usados à noite e que os militares atuassem de maneira menos ostensiva, com armas mais leves. Paralelamente, em coordenação com o comando civil da Minustah, ampliou os investimentos da missão em obras.

"Hoje a nossa menina dos olhos é a engenharia. Na sua essência (a missão) não mudou, mas agora ela é uma missão mais voltada ao viés humanitário", diz.

Além de asfaltar vias, os militares estão instalando postes elétricos (abastecidos por energia solar), drenando canais, construindo escolas, hospitais e prédios para o governo haitiano, removendo entulho, limpando vias e perfurando poços artesianos, entre outras ações.

Segundo o general, a redução no contingente não afetará essas atividades, pois só serão repatriados soldados de infantaria, e não engenheiros militares. Hoje, os engenheiros representam 15% do total de integrantes da Minustah, porcentagem que deve aumentar nos próximos meses.

Contrastes em Cité Soleil
Os resultados da maior ênfase em engenharia são visíveis em partes de Cité Soleil, bairro pobre de Porto Príncipe outrora dominado por gangues. Hoje, muitas das vias do bairro estão pavimentadas e limpas, e as melhores condições de segurança permitem que ONGs estrangeiras atuem em escolas locais.

Em compensação, em áreas do bairro que ainda não foram beneficiadas pelas ações, o lixo mistura-se com as casas, não há iluminação pública à noite e o esgoto corre a céu aberto.

A BBC Brasil acompanhou uma patrulha rotineira de militares brasileiros pelo bairro. Embora a maioria dos moradores reagisse com indiferença aos soldados (à exceção das crianças, que pediam dinheiro e esticavam as mãos para cumprimentá-los), um jovem adulto interpelou o grupo para dizer que líderes de gangues expulsas estavam regressando ao local.

No comando da equipe, o major Reginaldo Rosa dos Santos respondeu, por intermédio do tradutor, que o novo delegado da Polícia Nacional do Haiti (PNH) responsável pela região, cuidaria do caso.

Isso porque, ainda que militares da Minustah façam patrulhas e, eventualmente, participem de operações para combater grupos criminosos, cabe à PNH apurar denúncias e efetuar prisões. Conforme o mandato que a instaurou, a Minustah - por intermédio da UNPOL, a polícia da ONU - deve prover "apoio operacional à PNH", além de supervisionar a ampliação e reforma da instituição.

No entanto, para o senador haitiano Youri Latortue, além de não apoiar a PNH como deveria, a Minustah é incapaz de evitar abusos de seus integrantes. Latortue, que culpa a missão pela epidemia de cólera, diz ter recebido na Comissão de Justiça do Senado doze denúncias de estupro e abuso de menores por militares estrangeiros.

Embora avalie a redução no contingente da Minustah como "um passo importante", ele defende que as tropas estrangeiras sejam substituídas em dois anos por uma nova força haitiana, intenção já anunciada pelo presidente Michel Martelly - que, no entanto, não estipulou um prazo para a implantação da nova unidade.

O senador diz que a instauração da Minustah tinha um propósito justo: estabilizar o país durante a turbulência social que sucedeu a deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide.

Aristide, que desmantelara o Exército em 1994 após ter sido deposto num golpe, voltou a deixar o país em 2004, em meio a graves distúrbios após a morte do líder de um grupo criminoso.

Porém, oito anos depois, Latortue afirma que o cenário mudou e que a manutenção das tropas estrangeiras assusta investidores. "Não temos uma situação de guerra no Haiti, temos um presidente eleito e temos congressistas eleitos."

Segundo ele, com mais 3 mil policiais e 5 mil homens na nova força, o Haiti poderia assumir integralmente sua segurança.

Recursos internacionais
Um motorista de Porto Príncipe que se identifica como Will Smith acrescenta outra crítica à missão: para ele, a Minustah fere a soberania do país ao decidir como é investida grande parte dos recursos internacionais destinados ao Haiti. Ele acredita que o governo haitiano deveria se encarregar dessas decisões.

Já o general Ramos diz que a missão trata com rigor todas as denúncias de abusos e que uma pesquisa conduzida pela missão nos bairros de Cité Soleil e Belair mostrou que 80% dos moradores querem que a força permaneça no país por enquanto.

"Logicamente há interesses contrariados na presença da ONU, alguns dos quais têm poder de influenciar na mídia." Ele atribui parte das críticas a "alguns focos de pessoas ligadas a gangues que foram neutralizadas pela tropa brasileira".

Segundo ele, ainda não é o momento de montar um Exército haitiano que substitua a Minustah. "Exército é caro, não sei se o país teria recursos necessários, porque precisa de hospitais, escolas."

Para o embaixador do Brasil no Haiti, Igor Kipman, "ninguém tem o objetivo de se perenizar no Haiti". No entanto, ele diz que a Minustah sucede cinco missões da ONU que se retiraram prematuramente do país.

"O haitiano quer que nós vamos embora? Quer. Mas todos os níveis, do presidente aos moradores de Cité Soleil, entendem que não pode ser uma retirada precipitada e imediata, com o risco de haver retrocesso às condições de 2004", afirma.

Fonte: UOL

Luis Fabiano custa mais de R$ 1 milhão por cada jogo no São Paulo

Luis Fabiano custa mais de R$ 1 milhão por cada jogo no São Paulo

Luis Fabiano lesionou a coxa direita no duelo com o São Caetano no fim de janeiro

O torcedor são-paulino vive uma expectativa que tem sido recorrente desde que Luis Fabiano retornou ao clube, em março do ano passado. Em fase final de uma lesão na coxa direita, o atacante, grande ídolo tricolor, luta para conseguir uma sequência de jogos, mas suas chances de entrar em campo na quinta-feira contra o Guaratinguetá são remotas. Se confirmada a sua ausência, o jogador aumentará ainda mais a incômoda marca de se ausentar das partidas de sua equipe, tornando ainda mais caras suas presenças em campo.

Desde que foi apresentado, no dia 29 de março, o São Paulo disputou 63 partidas, somando os jogos dos Campeonatos Paulista de 2011 e 2012, Copa do Brasil de 2011, Campeonato Brasileiro de 2011 e Copa Sul-Americana do ano passado, mas o Fabuloso atuou em apenas 15 delas, o que representa apenas 23,8% do total.

Levando em conta que o São Paulo desembolsou cerca de R$ 17,5 milhões para contratar o atleta, além de um salário mensal de R$ 200 mil, como divulgou na época da sua chegada o Blog do Perrone, cada partida do atacante custou R$ 1,31 milhão.

Apesar de caro, o atacante, pelo menos, mantém uma boa média de gols, já que ele balançou as redes oito vezes nas 15 partidas que atuou.

O grande problema de Luis Fabiano tem sido as lesões. O atacante chegou ao São Paulo já em recuperação de uma fibrose no joelho direito. Para solucionar o problema, ele recorreu a duas cirurgias após tentativas frustradas de tratamentos convencionais e só pôde estrear no início de outubro de 2011.

Sem ritmo, o atacante demorou a engrenar, mas conseguiu fazer boas partidas na reta final do Campeonato Brasileiro e marcou sete vezes em 12 jogos.

Ano novo, vida nova. Esse era o lema do jogador no início da atual temporada. Após uma boa pré-temporada, Luis Fabiano começava a engrenar quando teve nova lesão, desta vez na coxa direita no duelo com o São Caetano, pela terceira rodada do Paulistão, jogo em que marcou o seu único gol no ano.

O atacante Luis Fabiano treina com bola com seus companheiros 

Um mês após se contundir, o camisa 9 voltou ao campo para treinar com seus companheiros, mas segue sem previsão. Inicialmente, sua recuperação deveria levar três semanas, prazo que já foi deixado para trás.

O técnico Emerson Leão está otimista com o aproveitamento futuro o atleta, mas praticamente descartou Luis Fabiano contra o Guaratinguetá e disse ter esperanças de que ele jogue domingo, contra o XV de Piracicaba. Já o médico José Sanchez pede calma na recuperação. “Não queremos que ele vá para o campo e logo volte para o departamento médico”, disse o médico, na semana passada.

Enquanto isso, o Fabuloso vê seu substituto, o garoto Willian José, suprir à altura sua ausência. O jogador já fez oito gols apenas no Campeonato Paulista, mesmo número do rival mais experiente e muito mais caro.

Fonte: UOL